sábado, 30 de junho de 2012

Caminhando no "Deserto" de Deus


No dia 16 de junho de 2012, enquanto já estava deitada em minha cama se preparando para dormir o Senhor me deu uma mensagem, fazendo com que eu meditasse nelas:

O povo de Israel estava preso 430 anos no Egito e o povo não cessou de clamar pelo Deus Todo Poderoso. O Senhor ouvia o clamor do povo, só que ainda não era o tempo do Senhor agir com eles, mas o Senhor jamais os havia abandonado.
Quando chegou o tempo, o Senhor escolheu Moisés que era o “salvador” daquele povo, um escolhido do Senhor para tirá-los daquela servidão.
Quando o Senhor os tirou do Egito, muitos não criam que iriam ter vitórias em sair do Egito e parar em um deserto. Muitos se levantavam contra Moisés e muitos queriam voltar novamente para o Egito.
O Senhor jamais se agrada de servos que murmuram quando estão no deserto. Quando estamos no deserto com o Senhor, Ele jamais deixa as nossas vestes se acabarem, o alimento faltar, se for necessário coloca uma nuvem quando estiver muito calor, uma coluna de fogo para iluminar a escuridão, e tira água da rocha quando estiver com sede. Se estamos passando no deserto com o Senhor não precisamos se preocupar porque Ele vai nos dar toda assistência que precisarmos, é só confiar no Senhor. Mas aquele que murmura o Senhor diz: O justo viverá da fé, mas se ele recuar a minha alma não tem prazer nele. Hb 10
Nunca devemos murmurar, mas confiar no Senhor, entregar o caminho ao Senhor e esperar Nele que o mais Ele fará. Salmos 37.5
O Senhor nunca nos abandona, Ele prova a nossa fé, Ele tem prazer em provar aquele a quem ama.
Jamais se esqueça do sofrimento de Jó, homem íntegro, fiel a Deus que se desviava dos maus caminhos. Teve sua maneira de ser provado, mas depois ele recebeu de Deus o dobro de tudo quanto tinha, pois Ele confiava no Senhor.
Não se esqueça da aflição que passou o profeta Daniel naquela cova cheia de leões. No meio do perigo, ele clamou ao Senhor e o Senhor veio em seu socorro.
Lembre-se também do perigo que passaram os jovens Ananias, Misael e Asarias. Eles sabiam que estavam em perigo, mas confiaram no Senhor e não abandonaram sua fé, permaneceram no amor de Deus. Sabiam que o que estava com Eles era maior do que estava com aqueles homens que queriam ver sua morte. Eles não pensaram que Deus seria obrigado em salvá-los daquele perigo, mas disseram que se o Senhor quiser salvá-los o Senhor os salvaria, mas se mesmo não os salvar daquela fornalha eles jamais abandonariam a sua fé em Deus, porém o Senhor os deu vitória e caminhou com eles dentro daquela fornalha.
O apóstolo Paulo, quantas aflições e perseguições ele passou tais quais lhes acontecera em Antioquia, em Icônio, e em Listra, mas o Senhor o livrou de todas. 2 Timóteo 3:11
Não só estes, mas ouve muitos outros servos de Deus que sofreram por amor a Palavra do Mestre. Muitos tentaram derrotá-los, porém o Senhor era com Eles até em seus sofrimentos, e se o Senhor é por nós quem será contra nós?
Nada neste mundo vai poder nos afastar do amor de Cristo. (Romanos 8:34)
Aqueles que foram fieis ao Senhor no deserto, puderam ver a cidade que o Senhor os havia prometido.
Se estamos com Cristo, Cristo também está conosco, e jamais desampara aquele que vem até a Ele. Deus é contigo.
Jesus Cristo disse em Mateus cap. 5, versos 10-12:
Bem-aventurados os que sofrem perseguições por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus;
Bem aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós, por minha causa.
Exultai e alegrai-vos porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.

Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. 1 Coríntios 10:13


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...