quinta-feira, 18 de junho de 2015

A lei do caminhão de Lixo



Um dia peguei um táxi para o aeroporto. Estávamos rodando na faixa certa quando um carro preto saiu de repente do estacionamento direto na nossa frente.
O taxista pisou no freio bruscamente, deslizou e escapou de bater em outro carro, foi mesmo por um triz!
O motorista desse outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós nervosamente.
Mas o taxista apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo um sinal de positivo. E ele o fez de maneira bastante amigável.
Indignado lhe perguntei: ‘Porque você fez isto? Este cara quase arruína o seu carro, a nós e quase nos manda para o hospital?!?!’
Foi quando o motorista do taxi me ensinou o que eu agora chamo de “A Lei do Caminhão de Lixo.”
Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo.
Andam por aí carregadas de lixo, cheias de frustrações, de raiva, traumas e desapontamento.
À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de um lugar para descarregar e às vezes descarregam sobre a gente.
Nunca tome isso como pessoal.
Isto não é problema seu! É dele!
Apenas sorria, acene, deseje-lhes sempre o bem, e vá em frente.
Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, EM CASA, ou nas ruas.
Fique tranquilo… respire E DEIXE O LIXEIRO PASSAR.
O princípio disso é que pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragar o seu dia.
A vida é muito curta, não leve lixo com você!
Limpe os sentimentos ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustrações.
Ame as pessoas que te tratam bem. E trate bem as que não o fazem.
A vida é dez por cento do que você faz dela e noventa por cento da maneira como você a recebe!”
Arnaldo Jabor
O que a palavra de Deus diz a respeito dessa atitude tomada pelo taxista? 
Em Romanos 15.1, diz: 
Mas, nós que somos fortes devemos suportar as fraquezas dos fracos e não agradar a nós mesmo. 
Esse versículo nos ensina grandemente como devemos nos portar diante de alguém que não possui o mesmo entendimento que nós, seja as pessoas da igreja, da família, os vizinhos, e tantas outras que nos rodeiam e que não agem de uma  maneira certa em determinadas situações. O taxista, contado no texto, tomou uma excelente atitude de uma pessoa completamente prudente, pois se o lado oposto não agiu de uma maneira correta, o taxista agiu. 
Os fortes, que são os entendidos, ou seja, que procuram compreender o seu próximo, que age com amor, que mesmo não sabendo o porque da atitude de uma determinada pessoa, porém a procura entender, pois não são todos que possuem o mesmo pensamento e agem da mesma forma. Devemos sempre ter em mente que as vezes as pessoas tomam certas atitudes agressivas ou arrogantes, talvez, pelo dia mal dia que passou, pelas dificuldades que está enfrentando, até pela educação que não adquiriu em sua infância, certas pessoas não sabendo lidar com o momento que está vivenciando, sem pensar, acaba descontando no que vê pela frente e se irrita facilmente. Porém, os fortes, não são assim e procuram lidar com seus problemas e não descontando em ninguém, esses sim, são os fortes e sabe verdadeiramente lidar com o próximo independente do modo de vida que vive ou que viveu.
Esses são também aqueles que fracos na fé, pois existem muitas pessoas na igreja que não possuem aquela mesma fé, força e convicção que alguns outros que estão no mesmo rol de membros. E muitos criticam o irmãozinho, mas devemos procurar entendê-lo e orar por ele para quepossa obter a mesma fé, força e convicção que os demais. Não que uns são piores e outros são melhores, pois todos nós estamos sujeitos a fraquejar, porém poderá ser nós um dia que iremos precisar ser entendidos.
No versículo 2 de Romanos 15, diz:
Portanto, cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação. 
A atitude tomada pelo taxista, com certeza deixou um ponto de interrogação na pessoa que causou toda aquela confusão edificando sua vida e fazendo refletir em suas atitudes, como aconteceu com Arnaldo Jabor presenciando a diferente atitude do taxista. E essa atitude tão linda, anormal e pequena está sendo conhecida a todos. 
Atitude que nos ensinou o nosso Senhor Jesus Cristo, "O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente". 1 Pedro 2:23-25
Faça isso! Se uma pessoa, que carrega seus "lixos" tentar despejar em você, e a sua caçamba já estando vazia, não permita, mas ajude essa pessoa a retirar todo esse "lixo" que carrega, edificando e fazendo-a refletir a atitude que tem tomado. Mas, como ajudá-la? Simples, apenas agindo da maneira diferente que a determinada pessoa tem agido. Como o nosso Senhor Jesus fez! As nossas atitudes "falam" mais do que palavras.
Deus te abençoe!
Tamyres - blog Jesus Cristo está voltando, prepare-se!
www.blogevangelicomaranata.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...